fbpx

3 PASSOS PARA AVALIAR RISCOS E INCIDENTES

Impedimentos e Riscos
19/07/2019
SER ÁGIL É UMA JORNADA
08/08/2019
Show all

3 PASSOS PARA AVALIAR RISCOS E INCIDENTES

Na pressão do dia-a-dia é comum no desenvolvimento de projetos que funcionalidades sejam apressadamente colocadas em produção.

Afinal, em um mundo de constantes mudanças, quanto mais cedo chegamos ao mercado, maior a probabilidade de retornos.

Porém, pequenos detalhes podem prejudicar, e muito, um modelo de negócio.

Recentemente, a Cio.com divulgou os detalhes de um acordo de violação de dados da Equifax.

Foram expostos os dados pessoais e financeiros de 138 milhões de pessoas.

O acordo para tratar e atender as reclamações de clientes ultrapassam US$ 1,18  bilhão.

Deste total, US$ 380,5 milhões são para benefícios aos afetados pela violação, incluindo compensação monetária, monitoramento de crédito e ajuda na restauração das identidades.

Além destas penalidades financeiras, houve a CONDENAÇÃO do CIO a 4 meses de prisão. O ex-engenheiro também foi condenado a 8 meses de prisão domiciliar.

Tudo isso por um INCIDENTE considerado como EVITÁVEL.

E ainda tem profissionais ágeis (agilistas) que, a despeito de ter assinado contrato de confidencialidade, ainda compartilha informações estratégicas das corporações em eventos e palestras.

Mas esse é outro Risco de classe tão grave ou até maior dependendo do contexto, que também atuamos em nossa Gestão Ágil de Riscos e Incidentes.

Porém este é outro assunto.

 

3 PASSOS PARA AVALIAR RISCOS E INCIDENTES:

 

O que quero compartilhar com você são 3 passos para que você avalie os riscos do desenvolvimento de seus projetos:

 

          1) O que pode acontecer que irá impedir a entrega de seu projeto?

Durante o desenvolvimento, é comum que ocorram imprevistos.

Porém, o que muitos chamam de imprevistos, são na verdade RISCOS INOBSERVADOS, possíveis de serem previstos.

Então, é saudável perguntarmos o que pode acontecer de errado durante o desenvolvimento.

Pois quando passamos por incidentes, queremos resolvê-los o quanto antes. Afinal, tempo é dinheiro também:-)

Mapeando possíveis riscos, podemos ter consciência de possíveis ações para lidar com estes riscos.

 

           2) O que o usuário/cliente teme caso a entrega não aconteça de forma satisfatória? Quais as consequências para ele se a entrega falhar durante o seu uso?

Provável que a entrega atenda a uma ou mais dores dos seus usuários ou clientes. 🙂

Digo provável, pois ainda há muita gente fazendo entregas que nem sabe o que elas resolvem de fato.

Por isso o papel do Product Owner é fundamental no desenvolvimento do propósito do projeto.

Com a identificação das dores, podemos facilmente identificar as CONSEQUÊNCIAS da entrega que falha durante o seu uso.

 

          3) Quais as consequências para você, seu time ou empresa caso a entrega falhe de alguma forma quando em utilização.

Acho que esse exercício é o mais fácil para você, pois provavelmente você já passou por cenários de falhas em entregas.

A questão aqui é: Quais são as consequências que diretamente afetam o operacional do projeto.

Retrabalho, perdas de oportunidades, stress, horas extras, etc…

Tudo o que vai penalizar a estrutura do desenvolvimento do projeto.

 

Com esses 3 passos, você estará mais próximo de evitar prejuízos imensos.

 

Caso queira saber mais em como transformar incidentes em performance de desenvolvimento, conheça a formação de Gestão Ágil de Riscos.

Na formação de Gestão Ágil de Riscos trabalhamos estratégias e ferramentas fáceis de implementar para lidar com riscos e evitar incidentes que minam o orçamento de seus projetos. Clique aqui para saber mais.

 

Até breve!

Quer receber mais artigos como este? Inscreva-se em nossa Newsletter:

Andre Bueno Lima
Andre Bueno Lima
Há 15 anos participa, conduz e gerencia projetos em organizações com centenas de milhares de colaboradores. Já participou de dezenas de projetos nas áreas de logística, backoffice, operações, crédito, tecnologia da informação, em mercados de varejo, atacado e large corporate. Já ajudou diretamente em projetos de mitigação de desperdícios que geraram economias de mais de R$ 26 milhões nos últimos 5 anos. Fundador da AgileIT Coach Institute, formando especialistas e consultores ágeis. MBA em Finanças, Mestrando em Gestão e Desenhos de Projetos. Especialista em Tecnologias WEB, Certified Scrum Trainer SCRUMStudy, várias certificações SCRUM, Lean, Six Sigma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *