Como atua um Scrum Master na Prática ?

O que faz um scrum master
Afinal o que faz o Scrum Master na prática
30/06/2020
Habilidades de um Scrum Master
4 Qualidades essenciais de um Scrum Master na Prática
02/07/2020

Como um Scrum Master atua na prática pode ser bem diferente da concepção de muita gente.

Isso porque devemos considerar que uma transformação cultural não acontece com o virar de uma chave. 🙂

Dessa maneira, no último artigo falamos sobre o que faz um Scrum Master para facilitar processos ágeis.

Também revisamos suas responsabilidades dentro do framework Scrum.

Mas como um Scrum Master atua exercendo suas responsabilidades?

Por consequência, algumas de suas funções não conflitariam com outras funções de modelos mais tradicionais de gestão?

Para responder essas questões, vamos comparar alguns papéis diferentes dentro de uma adoção ágil com Scrum para as funções mais comuns.

Então, antes de continuarmos, primeiro, alguns avisos: eu vou falar aqui sobre funções e papéis na vida real. Não estou falando sobre o que deveria ser uma disfunção entre o Supervisor de Produto, o Gerente de Projetos e o Scrum Master.

O que eu vou te dizer nas próximas sessões é sobre os diferentes papéis, nas organizações mais ágeis ou tradicionais, que vemos na vida real. Ok?

Como atua o Scrum Master vs Como atua o Supervisor de Produto?

 

Como defendemos dentro de nossa visão geral da Gestão Ágil, costumamos alcançar melhores resultados quando o gestor está envolvido com o desenvolvimento de projetos ou serviços.

Esse envolvimento deve ser tal como um proprietário de itens que defende os desejos dos clientes. O “por quê” do projeto ou serviço.

Contudo, uma vez que o envolvimento avança diretamente na tarefa, ou no “como” para uma equipe, então temos um problema a resolver.

De fato, mesmo bem intencionado, esse tipo de mentalidade de utilização esconderá algumas dificuldades. Como defeitos, hand-offs e problemas desconhecidos.

Isso geralmente tende a frear escopo, tempo e qualidade. Essa é uma fórmula para o fracasso.

É por isso que o Scrum Master e o Supervisor de Produto preenchem dois desejos diferentes em um grupo de trabalho. Isso acontece muitas vezes juntamente com a administração de desenvolvimento software convencional.

Então, é tentador, em pequenos grupos, evitar a sobrecarga percebida associada a um nova outra função.

No entanto, quando ocorrem bloqueios ou ajustes, é necessário um reposicionamento óbvio entre o gerenciamento do processo e a direção do produto.

 

Como atua o Scrum Master na prática vs Como atua o Gerente de Projetos?

 

A versão não técnica (ou não ágil) do Scrum Master em particular pode ser o gerente de projetos.

Essas duas funções se concentram no “como” obter funcionalidades ou entregas. Além de lidar com problemas de fluxo de trabalho através da facilitação e do processo.

Então, você realmente precisa dos dois?

Provavelmente não. Tanto um gerenciador de projetos convencional quanto um Scrum Master têm o efeito de ajudar suas próprias equipes a ter o trabalho feito. Mas suas abordagens são bem variadas.

O gerente de projeto aborda prazos e rupturas, relata melhorias e coordena conversas em grupo.

No entanto, essas pessoas fazem isso a partir de comando de controle, em uma parte de gestão muito mais tradicional.

Em contrapartida, o Scrum Master ajuda a equipe a aprimorar e agilizar os processos pelos quais as equipes alcançarão seus objetivos. Eles fazem isso como um membro da equipe, ou colaborador, mas, idealmente, muito menos como alguém que lidar ou controla a equipe.

Normalmente, as melhores organizações de Scrum são auto-organizadas e, portanto, não reagem bem à gestão de cima para baixo.

Estas são apenas algumas das configurações prováveis para uma Equipe Scrum.

Algumas empresas utilizam de várias destas funções, algumas têm uma ou nenhuma delas. Contudo, mais uma vez, lembre-se de nosso disclaimer na última sessão: Você deve considerar o plano de cargos e funções da sua empresa.

 

Nota: embora esta seja o meu segundo alerta, estou quase certo de ouvir sobre “raters” falando sobre disfunções 🙂

Como atua o Scrum Master dentro de grandes organizações?

 

Há uma coisa a considerar que costuma superar todas as outras ao considerar a contratação de um Scrum Master: Só consiga isso se sua empresa estiver realmente focada em metodologias ágeis com Scrum. Além de estar com certeza investindo no processo ágil.

 

Todas as funções que descrevemos antes podem gerenciar uma equipe em crescimento de várias maneiras. Mas um Scrum Master só pode ser eficaz de fato com 100% de entrada em metodologias ágeis.

Quero dizer, você realmente não precisa implementar metodologias ágeis em um único tiro. Mas sua empresa deve estar comprometida em adotá-la.

Com um Scrum Master ajudando cada equipe a gerenciar seu processo, toda a sua organização pode ter alguns ganhos relevantes.

Juntamente com os valores de entrega acontecendo regularmente para seus clientes, colegas de equipe, supervisores e gerentes. Que sem dúvida, estarão livres para se concentrarem no que eles realizam mais.

Os gerentes de produtos podem se concentrar na estratégia, os desenvolvedores podem escrever seu melhor código, o departamento financiamento pode respirar.

Como tudo isso soa? Soa como uma equipe Scrum de alto funcionamento 😊

Quais são os papéis do Scrum Master com o Product Owner?

 

O Scrum Master serve o Product Owner de alguma forma, agindo de modo a:

  • Garantir que metas, escopo e requisitos de itens sejam compreendidos por todos no projeto ou serviço.
  • Encontrar ferramentas e processos para uma gestão eficiente de projetos e serviços.
  • Ajudar o Grupo Scrum a entender o principal propósito de suas atividades.
  • Fazer compreender o planejamento empírico.
  • Garantir que o Product Owner saiba como organizar os requisitos para aumentar o valor de suas entregas.
  • Agilizar a compreensão e o treinamento. Facilitando eventos Scrum conforme solicitado ou necessário.

 

Como o Scrum Master atua servindo para a Equipe de Desenvolvimento

 

O Scrum Master serve a Equipe de Desenvolvimento de várias maneiras, de modo a:

  • Ajudar o Grupo de Desenvolvimento em particular a encontrar maneiras de gerar entregas valiosas.
  • Livrar-se de impedimentos para o progresso do Desenvolvimento.
  • Facilitar ocasiões Scrum como solicitado ou mesmo necessário.
  • Treinar a Equipe de Desenvolvimento onde as Metodologias Ágeis não são completamente adotadas e compreendidas.
  • Ensinar o Grupo de Desenvolvimento dentro da multidisciplinaridade e da auto-organização.

 

Como o Scrum Master serve para o negócio?

 

O Scrum Master serve a organização de muitas maneiras, incluindo:

  • Conduzir e ensinar a organização em sua adoção do Scrum.
  • Planejando adoções de Scrum dentro do negócio.
  • Ajudar os trabalhadores e stakeholders a realizar o Scrum através do desenvolvimento empírico.
  • Promover mudanças que aumentem o desempenho das equipes.
  • Trabalhar com vários outros Scrum Masters para melhorar a eficácia em toda empresa.

 

Em conclusão, podemos observar que o Scrum Master atua ensinando e orientando quanto as melhores práticas para agilizar projetos e serviços.

E para que isso aconteça, o Scrum Master assume atua em muitas funções que, dependendo da empresa, pode, na PRÁTICA, suprimir ou complementar funções de outros papéis mais tradicionais.

De novamente, destaco o na PRÁTICA pois, a na teoria, é possível observar disfunções que possam surgir na atuação de um Scrum Master. Contudo, na prática, durante uma transformação cultural, nem tudo vai ser preto no branco.

Haverá zonas cinzas das quais o Scrum Master deverá lidar e orientar, até que a adoção ágil com Scrum esteja mais alinhada e aderente dentro da empresa.

Como resultado disso, há 4 habilidades essenciais que discutiremos no próximo artigo.

Além disso, há algumas preocupações que devem estar endereçadas par que um Scrum Master atue com efetividade e segurança em sua função.

 

Vejo você em breve 😊

Um grande abraço.

 

Quer receber mais artigos como este? Inscreva-se em nossa Newsletter:

AgileIT
AgileIT
Acreditamos que a tecnologia deve proporcionar o melhor das relações humanas. Assim, divulgamos a agilidade, para um ambiente transformador e inovador, centrado no desenvolvimento das competências e mindsets dos profissionais de TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *