Como surgiram as metodologias ágeis?

O que são as metodologias ágeis para desenvolvimento de projetos
O que são metodologias ágeis de desenvolvimento de projetos?
21/06/2020
Visão Geral das Metodologias Ágeis
Visão geral das metodologias ágeis
24/06/2020

“As metodologias ágeis surgem melhoria contínua, que podem impulsionar muito as perspectivas e expectativas de realização do seu projeto.”

 

Criar um produto ou serviço, e trazê-lo com sucesso para o mercado não é um trabalho simples.

É comum que realizemos um preparo da ideia para ele, um certo planejamento, para então seguir através de execução e monitoramento, e só, finalmente, chegar à fase de encerramento do seu produto ou serviço.

No começo, você tem tudo mapeado, então você pode esperar que seu projeto funcione suavemente.

No entanto, as coisas geralmente não acontecem assim, não é? Existem mudanças emergentes que você precisa ser capaz de reagir para manter seu projeto em frente e concluí-lo com sucesso.

A menos que sua organização seja ágil e inclua uma maneira real de reagir a essas mudanças, você corre o risco de atrasar a entrega de seus projetos. E, como resultado, tornar-se pouco competitivo no mercado.

É por isso que uma solução para esse problema irritante está na adoção de uma abordagem Ágil para a gestão e o desenvolvimento de seus projetos.

Isso pode proporcionar uma série de benefícios ao seu negócio. Ajudando-o a se tornar mais flexível, produtivo, transparente. Dessa forma, capaz de produzir uma maior qualidade de serviços e produtos. E então entregá-los com sucesso ao mercado.

 

Além disso, o desenvolvimento com metodologias ágeis surgiu para ajudar as equipes a encontrarem, e resolverem problemas mais rapidamente.

 

Assim, elas liberam a capacidade que permite a rápida implementação da solução esperada.

Neste artigo, iremos responder algumas dúvidas de muitos profissionais, gestores e empresários:

 

  • O que é o gerenciamento ágil de projetos?
  • O que é um desenvolvimento iterativo?
  • O que é o movimento Ágil?
  • A diferença entre a abordagem Waterfall e Ágil.
  • Quais as vantagens das metodologias ágeis?
  • Há desvantagens no desenvolvimento de projetos ágeis?
  • O futuro da agilidade
  • O que fazer para se tornar ágil?

 

Mas o que é o desenvolvimento com metodologias ágeis de projetos?

 

As metodologias ágeis de desenvolvimento de projetos incluem abordagens iterativas, para entregar um projeto ao longo de seu ciclo de vida.

Da mesma forma, ciclos de vida iterativos ou ágeis são compostos por muitas iterações ou passos incrementais para a conclusão de um projeto.

Ou seja, a Agile é composta por metodologias de desenvolvimento de projetos que utiliza ciclos curtos de desenvolvimento.

Esses ciclos são chamados “sprints”, e ajudam a focar na melhoria contínua no desenvolvimento de um produto ou serviço.

Abordagens iterativas são frequentemente encontradas em projetos de desenvolvimento ágil de software. Pois aumentam a velocidade de entrega para o mercado e melhoraram a adaptabilidade dos times.

Uma vez que o benefício da iteração é que você pode fazer ajustes, à medida que você complementa as entregas de seus projetos. E não apenas seguir um caminho linear.

 

Um dos objetivos de uma estratégia ágil ou iterativa para o desenvolvimento de projetos, é liberar benefícios ao longo do processo. E não apenas no final do projeto.

 

Não seria muito bom você já começar a colher retorno de seu projeto ao mesmo tempo em que ele é desenvolvido?

 

Dessa forma, o desenvolvimento de projetos ágeis exige valores centrais, e comportamentos de confiança, flexibilidade, colaboração e empoderamento.

 

Agile versus Waterfall

As metodologias ágeis de desenvolvimento de projetos seguem um fluxo circular e retroalimentado. Enquanto que o modelo waterfall segue um fluxo linear e finito.

 

De onde surgiram as abordagens ágeis para o desenvolvimento de projetos?

 

Embora os métodos ágeis e incrementais de desenvolvimento de projetos remontam a 1957, o ágil foi inicialmente discutido na década de 1970 por William Royce. Em um artigo que ele publicou sobre o desenvolvimento de grandes sistemas de software.

Sim, aquele que muitos consideram como o pai do modelo Waterfall. Por uma falha de interpretação do mercado, Royce foi nomeado como pai do modelo Waterfall. Contudo, ele defendia em seu artigo exatamente o oposto.

Ironias da falta de interpretação de texto do mercado 😊 Mas ironias estas que, infelizmente, se repete em pleno ano de 2020. ☹

 

O movimento Ágil

 

Mais tarde, em 2001, surge o Manifesto Ágil.

Uma “proclamação formal de quatro valores-chave e 12 princípios para orientar um método iterativo e centrado nas pessoas de desenvolvimento de software”. Ele foi originalmente por 17 desenvolvedores de software.

Esses desenvolvedores se reuniram com a finalidade de discutir métodos mais leves e ágeis para o desenvolvimento de projetos, baseados em experiência prática.

Foi daqui que começaram a surgir as metodologias ágeis para desenvolvimento de projetos, ou movimento Ágil.

 

O Ágil é um processo onde uma equipe pode gerenciar e desenvolver um projeto, dividindo-o em várias etapas. Ao mesmo tempo envolvendo colaboração constante com as partes interessadas, melhoria contínua e iteração em cada etapa do projeto.

 

Dessa forma, as metodologias ágeis de desenvolvimento de projetos começam com os clientes descrevendo como o produto final será usado. Respondendo a qual problema ele resolverá.

 

Isso esclarece as expectativas do cliente para a equipe do projeto.

Após o início do trabalho, as equipes passam por uma atividade de planejamento, execução e avaliação – o que pode apenas mudar o máximo de entrega para corresponder melhor às necessidades do cliente.

A colaboração contínua pode ser fundamental, tanto entre os membros da equipe quanto com as partes interessadas do projeto. Para então tomar decisões mais assertivas.

Perceba que ao invés de olharmos para os requisitos de projetos primeiramente, somos orientados a observar o problema da qual aquele projeto pretende resolver.

Uma das centralidades do desenvolvimento ágil de projetos está na compreensão da meta original, e não do atendimento dos critérios de aceite apenas.

Portanto, para o profissional ágil começar a atuar com competência, ele deve desenvolver um novo mindset, que se desprende daquele atendente de tickets apenas. Para um que procura entender as causas dos problemas que originaram determinado projeto.

 

Parte 02 – Visão Geral das metodologias ágeis

 

Quer dar o próximo passo em direção a agilidade?

 

Clique aqui para inscrever-se em nosso newsletter, para receber conteúdos e materiais exclusivos sobre agilidade para desenvolvimento de projetos.

 

Ou clique aqui para entrar em contato conosco, e receber orientações sobre o que fazer para dominar a Agilidade 😊

 

Um grande abraço, e até breve!

 

 

Quer receber mais artigos como este? Inscreva-se em nossa Newsletter:

AgileIT
AgileIT
Acreditamos que a tecnologia deve proporcionar o melhor das relações humanas. Assim, divulgamos a agilidade, para um ambiente transformador e inovador, centrado no desenvolvimento das competências e mindsets dos profissionais de TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *